É assim que se faz! 9 remakes que ficaram muito melhores que os originais

Estes jogos são tão bons que se tornaram as versões definitivas dos títulos nos quais foram baseados

Imagem

Crash Bandicoot N.Sane Trilogy

Os fãs vinham pedindo há anos por mais atenção a essa franquia e após uma longa espera foram muito bem atendidos. O remake dessa trilogia possui visuais infinitamente superiores aos dos originais e traz uma jogabilidade mais aprimorada, especialmente no caso do primeiro game da série. As vendas foram tão boas que a Activision acabou decidindo fazer outro remake, desta vez de "Crash Team Racing".

Imagem

Yakuza Kiwami

A Sega não brincou em serviço com este remake. Não apenas melhorou os gráficos e a jogabilidade, como também expandiu a história, adotou ótimos aspectos presentes em "Yakuza 0" e regravou todos os diálogos com o elenco que dá vida aos personagens do jogo. O sucesso acabou culminando na criação de "Yakuza Kiwami 2", outro excelente remake, desta vez baseado no segundo jogo da série.

Imagem

Shadow of the Colossus

A Bluepoint Games lançou seu melhor trabalho com o remake de "Shadow of the Colossus" para PS4. Mesmo quem já jogou essa obra-prima no PS2 ou PS3 deveria fazê-lo mais uma vez usando esta versão, pois além dos gráficos melhorados, notará aspectos visuais que já existiam, mas que até então não podiam ser vistos com clareza. Isso sem falar em poder jogar em 60 fps no PS4 Pro.

Imagem

Tomb Raider Anniversary

Depois da Crystal Dynamics mostrar em "Tomb Raider Legend" do que era capaz, lhe foi dada a tarefa de criar um remake baseado no primeiro jogo da série, algo que realizou com muita competência conforme é possível constatar em "Tomb Raider Anniversary", que traz gráficos melhores, jogabilidade aprimorada e novos locais para Lara explorar.

Imagem

Resident Evil

Lançado inicialmente para GameCube e portado tempos depois para outras plataformas, esse remake do primeiro "Resident Evil" foi feito principalmente para revitalizar os gráficos do título original, que não envelheceram bem. Além dos visuais refeitos, o game traz áreas adicionais e detalhes na história que não existem no jogo de 1996.

Imagem

Spyro Reignited Trilogy

Com o sucesso de "Crash", era praticamente certo que o carismático "Spyro" era outro que ganharia mais atenção da Activision. Além dos gráficos totalmente refeitos na Unreal Engine 4, a jogabilidade também recebeu um pouco de atenção, mas sem perder a sua essência. A trilha sonora foi refeita e o dublador Tom Kenny voltou para dar voz ao dragão que encantou milhares de jogadores nos anos 90.

Imagem

Ratchet & Clank (2016)

Quando a Insomniac decidiu refazer a primeira aventura de "Ratchet & Clank", com novos gráficos, novas armas, planetas e permitindo até que pudéssemos jogar com Clank ao invés de somente Ratchet, ela não apenas superou o original, mas criou um dos melhores e mais divertidos jogos do gênero lançados até hoje. Um título atemporal, que estará ótimo para ser jogado mesmo daqui muitos anos.

Imagem

Metroid: Zero Mission

O primeiro "Metroid" é um ótimo jogo, mas bem longe de ser um dos melhores da franquia. O surgimento de "Metroid: Zero Mission", remake dele lançado para Game Boy Advance em 2004, veio para mudar isso, revitalizando o game em todos os seus aspectos, inclusive dando mais atenção à história da protagonista, Samus Aran.

Imagem

Resident Evil 2

"Resident Evil 2" é um exemplo perfeito de como se deve fazer um remake de qualidade, mantendo intactos os aspectos que deram sucesso ao jogo original e adicionando melhorias que incrementam positivamente a experiência. Esse jogo nos faz querer que mais títulos daquela época, como os fantásticos "Silent Hill" e "Parasite Eve", ganhem esse tipo de tratamento.

Fonte: Jogos/Uol

Comentários

24 Mar, 2019 - 13:48

3911 Views

Comentários